Rebeldes do Sri Lanka dizem que ataques foram bem-sucedidos

Por Ranga Sirilal e Shihar Aneez COLOMBO (Reuters) - Rebeldes do grupo Tigres do Tâmil classificaram de sucesso um duplo ataque aéreo suicida na capital do Sri Lanka neste sábado, embora ambos os aviões tenham errado os seus alvos.

Reuters |

Uma pequena aeronave foi jogada contra o principal escritório fiscal do governo no centro de Colombo, matando pelo menos duas pessoas e ferindo 53, disseram militares.

O outro foi abatido e caiu em um pântano próximo ao aeroporto internacional, local do primeiro ataque aéreo do grupo em 2007. A emissora de TV estatal mostrou soldados triunfantes em volta da fuselagem --alvejada com tiros-- de um pequeno avião e seu piloto morto.

A ação foi a última prova da capacidade dos Tigres do Tâmil para atacar em locais distantes do campo de batalha na ilha, onde tropas os cercaram em uma área de 87 quilômetros quadrados de mata e estão próximas de encerrar uma guerra separatista que começou em 1983.

Os Tigres da Libertação Tâmil Eelam (LTTE) disseram em um comunicado de imprensa que o ataque tinha como alvo o quartel-general da força aérea do Sri Lanka em Colombo e sua base no aeroporto internacional, informou o site rebelde www.TamilNet.com.

A página informou que a missão foi realizada por "Tigres Aéreos Negros", ou pilotos suicidas, e que eles realizaram os ataques de forma bem-sucedida. Os militares disseram que cada avião carregava mais de 200 quilos de explosivos.

Ambas as aeronaves chegaram próximas de seus alvos. O escritório fiscal do governo é próximo do quartel-general e o local da queda do outro avião é adjacente aos limites da base aérea.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG