manter confusão na região - Mundo - iG" /

Rebeldes da RDC acusam MONUC de manter confusão na região

Kinshasa, 5 jan (EFE).- Dois dias antes de retomar as negociações de paz com o Governo da República Democrática do Congo (RDC), o rebelde Congresso Nacional para a defesa do Povo (CNDP) acusou a Missão da ONU no país (MONUC) de manter a confusão na região.

EFE |

"Qual é o verdadeiro jogo da MONUC?", perguntou hoje em comunicado de imprensa o porta-voz do CNDP, Bertrand Bisimwa, que acusou a missão da ONU de preparar um "golpe duplo na RDC" ao manter a confusão sobre a presença das Forças Armadas da RDC (FARDC) nas áreas que separam os combatentes no leste do país.

O CNDP multiplicou há vários dias suas acusações contra a MONUC, que desmentiu taxativamente as acusações de que o Governo está reforçando sua presença nas áreas de zonas de separação, que supostamente devem estar sob controle das tropas de paz, um pouco antes do reinício das negociações.

No dia 24 de dezembro, em carta dirigida ao representante da ONU na RDC, Alan Doss, o líder rebelde Laurent Nkunda protestou contra "o posicionamento do Exército congolês na linha de frente de Kibati", área da qual o CNDP se retirou voluntariamente antes de começarem as conversas de paz.

Por outro lado, a MONUC afirma que após investigar no terreno as denúncias do CNDP "não se comprovou nenhum movimento de tropas por parte das FARDC".

"A MONUC intervém somente onde quer, quando quer e a favor ou contra quem deseja", insistiu, no entanto, Bisimwa, que acusou a missão internacional de "intromissão intempestiva". EFE py/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG