Rebeldes curdos matam seis soldados turcos no sudeste da Turquia

DIYARBAKIR, Turquia (Reuters) - Rebeldes curdos mataram seis soldados turcos em dois ataques nesta terça-feira na região predominantemente curda do sudeste da Turquia, afirmaram fontes de segurança. Os ataques acontecem no momento em que o governo prepara uma série de reformas para atender antigas queixas curdas de discriminação, esperando com isso minar o apoio aos rebeldes separatistas e combater a violência e a pobreza no sudeste do país.

Reuters |

Partidos de oposição criticaram as medidas, particularmente devido à continuidade das mortes de soldados na região.

"As balas que ameaçam nossas forças de segurança e nossos soldados nunca atingirão a unidade de nosso país de 72 milhões (de habitantes) e não atrapalharão o processo de paz", disse o primeiro-ministro turco, Tayyip Erdogan, de acordo com a mídia local.

"O processo de paz e o processo de democratização continuarão com a mesma determinação", ele disse.

Quase 40 mil pessoas foram assassinadas durante o conflito de 25 anos entre o separatista Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e o Exército turco.

(Reportagem de Alexandra Hudson)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG