Líderes talibãs e de outros grupos insurgentes iniciaram conversações para alcançar um acordo de paz, caso as tropas americanas abandonem o país, informa o jornal New York Times.

O presidente americano, Barack Obama, não fez nada até o momento para impedir as discussões e as autoridades afegãs acreditam ter o apoio tácito dos Estados Unidos, afirma o jornal.

As discussões começaram há meses, mas ganharam força depois da chegada de Obama à Casa Branca, em janeiro.

"Os Estados Unidos se unirão aos esforços se os talibãs estiverem dispostos a renunciar à violência, a depor as armas e a aceitar o governo afegão democraticamente", afirmou ao jornal o porta-voz do Departamento de Estado, Ian Kelly.

oh/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.