ada - Mundo - iG" /

Rebelde xiita nega responsabilidade em ataque a mesquita em Sa ada

Sana, 2 mai (EFE).- O líder rebelde xiita Abdelmalik al-Huti negou sua responsabilidade ou a de seus seguidores no atentado contra uma mesquita de Saada perpetrado nesta sexta-feira, e que deixou o saldo de pelo menos 9 pessoas mortas e 38 feridas.

EFE |

Em declaração escrita recebida hoje pela Agência Efe, Huti responde às acusações lançadas por meios de comunicação oficiais contra seu movimento, e chega a pedir a formação de uma comissão investigadora "para encontrar o real culpado".

"Denunciamos este trágico incidente e apresentamos nossos pêsames às famílias das vítimas", assinala Huti, para quem "há pessoas que desejam agravar a situação na província por certas razões", mas não quis dar mais detalhes sobre sua declaração.

O atentado, perpetrado com uma "moto-bomba", deixou entre 9 e 13 mortos - as fontes divergem a respeito -, e é um dos incidentes mais graves registrados nos últimos anos nesta província fronteiriça com a Arábia Saudita. EFE ja-nq-fjo/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG