Haia, 26 jan (EFE).- O líder rebelde Thomas Lubanga se declarou hoje inocente - no Tribunal Penal Internacional (TPI) - de recrutar crianças-soldado na República Democrática do Congo (RDC).

O TPI iniciou, hoje, o julgamento no qual Lubanga é acusado de alistar crianças com menos de 15 anos em sua milícia União de Patriotas Congoleses (UPC).

Este crime de guerra aconteceu supostamente entre 2002 e 2003 na localidade de Ituri (nordeste do país). Lubanga é acusado de escolher crianças para seu grupo por sua vulnerabilidade. EFE mr/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.