Rebekah Brooks e mais cinco são presos por grampos no Reino Unido

Ex-chefe da News International está entre acusados de conspiração para atrapalhar investigações sobre escândalo de escutas ilegais

iG São Paulo |

A polícia britânica prendeu nesta terça-feira seis acusados de envolvimento no escândalo de escutas ilegais do extinto tabloide News of the World , incluindo Rebekah Brooks , ex-diretora-executiva da News International, braço europeu da empresa News Corporation , de Rupert Murdoch.

Leia também: Polícia britânica teria emprestado cavalo para Rebekah Brooks

AP
Rebekah Brooks deixa hotel em Londres (10/07/2011)

Autoridades não identificaram os seis suspeitos, mas fontes judiciais ouvidas pela imprensa britânica afirmaram que o grupo também inclui o marido de Rebekah, Charlie Brooks, criador de cavalos e amigo do primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron. O casal foi preso em sua casa em Oxfordshire.

A News International afirmou que outro dos seis detidos é o seu chefe de segurança, Mark Hanna.

Os seis foram acusados de conspiração para obstruir a Justiça, segundo comunicado feito pela polícia. A acusação sugere que os responsáveis pela investigação do caso News of the World estejam concentrados em possíveis operações para encobrir o escândalo.

A polícia divulgou apenas as idades dos suspeitos e os locais onde as prisões foram feitas: uma mulher de 43 anos em Oxfordshire; um homem de 49 anos em Oxfordshire; um homem de 39 anos em Hampshire; um homem de 46 anos no oeste de Londres; um homem de 38 anos em Hertforshire; e uma homem de 48 anos no leste de Londres.

Um inquérito judicial sobre ética na mídia investiga o caso News of the World e outras práticas ilegais realizadas pela imprensa no Reino Unido.

A empresa de Murdoch chegou a acordos com várias vítimas do escândalo das escutas ilegais, como o ator Jude Law e a cantora Charlotte Church , que receberão indenizações. Uma investigação paralela investiga relações corruptas entre a polícia e a imprensa.

O escândalo das escutas ilegais forçou Rebekah Brooks a renunciar ao cargo de chefia na News International e levou ao fechamento do News of the World . No ano passado, Rebekah foi detida pelo suposto envolvimento nas práticas ilegais do jornal, mas libertada sob fiança.

Com AP e EFE

    Leia tudo sobre: news of the worldgramposrebekah brooksreino unidomurdoch

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG