Reagan ganha estátua no Capitólio

Washington, 3 jun (EFE).- Os Estados Unidos lembrarão para sempre o presidente Ronald Reagan com uma estátua de bronze de mais de 2 metros inaugurada hoje no Capitólio, em cerimônia em que sua mulher, Nancy, roubou a atenção da imprensa.

EFE |

Reagan simbolizará na sede do Congresso dos EUA toda uma era de dificuldades econômicas e complicados tempos políticos.

Cercado por deputados e senadores, a viúva do ex-líder, de 87 anos, assistiu emocionada ao lançamento da estátua em honra do 40° presidente do país.

A ex-primeira-dama ontem assistiu na Casa Branca à formação oficial da comissão que se encarregará de organizar os atos comemorativos pelo centenário de Reagan, lembrado em 2011.

"Nancy, juntos, a senhora e o presidente Reagan impulsionaram nossa nação quando o país mais necessitava e os EUA seguem gratos", disse o chefe da minoria republicana no Senado, Mitch McConnel.

A presidente da Câmara de Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, destacou a força para liderar a causa a favor da pesquisa com células-tronco para combater o Alzheimer e assegurou que os Reagan "têm uma das maiores histórias de amor de todos os tempos".

Em 1994, se tornou público que Reagan sofria do mal de Alzheimer, uma doença que o afastou da vida pública.

Pelosi agradeceu a Nancy Reagan "que esse amor e apoio ao presidente tenham se transformado em ação", porque assegurou que a pesquisa com células-tronco pode fazer uma diferença significativa na vida de muitas pessoas.

"Pode salvar vidas. Pode encontrar a cura. É uma esperança para todo o mundo", disse Pelosi.

Nancy, vestida com tailleur todo branco, esteve sentada junto a James Baker, que foi Secretário do Tesouro durante o Governo de seu marido e amigo pessoal dos Reagan.

A ex-primeira-dama tomou a palavra para agradecer a homenagem a seu marido e assegurou que "Ronnie ficaria muito orgulhoso da estátua".

Ela destacou em particular o esforço de Pelosi e ambas deram um carinhoso abraço.

Reagan foi presidente dos EUA entre 1981 e 1989. O ex-líder morreu em 5 de junho de 2004 na Califórnia, aos 93 anos. EFE elv/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG