R.Dominicana confirma 2 primeiros casos da gripe

Santo Domingo, 27 mai (EFE).- As autoridades de saúde da República Dominicana confirmaram hoje os dois primeiros casos de gripe suína no país, em duas mulheres que visitaram recentemente os Estados Unidos.

EFE |

O ministro da Saúde dominicano, Bautista Rojas Gómez, disse à imprensa que as pacientes são uma mulher de 58 anos, residente na província de Santiago, e outras de 20 anos, que vive em Santo Domingo, que visitaram este mês Seattle e Orlando, respectivamente.

As duas mulheres, que se encontram "estáveis" em casa, tinham apresentado sintomas da gripe suína, por isso foram submetidas a exames, que deram positivo.

Os resultados dos exames foram entregues na terça-feira às autoridades sanitárias locais, que notificaram à Organização Mundial da Saúde (OMS).

O funcionário disse que as duas mulheres estão "em perfeitas condições" em casa e "sem tratamento".

Além disso, Rojas Gómez informou que nove pessoas residentes na capital dominicana estão em observação, entre eles cinco estudantes de um mesmo colégio, após apresentar os sintomas da gripe suína.

A República Dominicana ainda não tinha confirmado oficialmente até hoje nenhum caso da gripe, mas vários cidadãos peruanos, chilenos e russos tiveram resultado positivo para o vírus após chegar a seus respectivos países procedentes da zona leste dominicana.

O ministro anunciou que um laboratório de Atlanta doou um equipamento e enviou dois especialistas para realizar os exames do vírus, por isso não será necessário enviar as amostras a esta cidade americana, pois será possível dispor de resultados em apenas duas horas.

Em um encontro com correspondentes estrangeiros, Rojas Gómez disse que o Governo dominicano adquiriu 50 mil tratamentos, aos quais se somarão, a partir de amanhã, 10 mil para combater a doença.

O ministro mostrou confiança nas medidas das autoridades sanitárias e lembrou que, desde 24 de abril, foram analisados 500 casos suspeitos, nenhum deles com resultados positivos.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE mf-jsm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG