RDC: mais de 40 rebeldes hutus ruandeses mortos em ataque aéreo

Mais de 40 rebeldes hutus ruandeses morreram na quinta-feira em um ataque aéreo das forças conjuntas ruandesas e congolesas no leste da República Democrática do Congo (RDC), anunciou nesta sexta-feira o Estado-Maior conjunto.

AFP |

"O comando das operações conjuntas no leste da RDC informa ao público da continuidade das operações contra as FDLR (Forças Democráticas de Libertação de Ruanda) nos territórios de Masisi e Walikale" (província de Kivu Norte, cuja capital é Goma), afirma um comunicado.

Os Exércitos da RDC e de Ruanda iniciaram em 20 de janeiro no leste da RDC uma operação conjunta sem precedentes com o objetivo de neutralizar os rebeldes hutus ruandeses, calculados em 6.500 homens e refugiados na RDC desde o genocídio em Ruanda de 1994, no qual alguns deles tiveram participação.

"Na quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009, o Exército deu um passo mais em sua ofensiva ao utilizar o apoio aéreo", acrescenta o comunicado.

"Um ataque aéreo foi executado sobre uma posição das FDLR em reunião de comando em Kashebere, depois que estes tentaram atacar um avião da MONUC (Missão das Nações Unidas na RDC)", acrescenta a nota.

"O saldo do ataque é de mais de 40 mortos e vários feridos", completa.

str-tmo/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG