Brasília, 18 dez (EFE).- O chefe de Estado de Cuba, Raúl Castro, deu a entender hoje, em Brasília, que estaria disposto a trocar com os Estados Unidos os dissidentes presos na ilha pelos chamados cinco heróis, como são conhecidos em seu país os cinco agentes cubanos que se encontram detidos em solo americano.

"Se (os EUA) querem os dissidentes, os mandamos amanhã, com família e tudo. Mas que devolvam nossos cinco heróis", declarou Raúl.

ed/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.