Havana, 21 jan (EFE).- O presidente de Cuba, Raúl Castro, afirmou hoje que seu irmão Fidel, que desde julho de 2006 se recupera de uma doença, além de praticar exercícios, pensa muito e ajuda-o no Governo.

"Vocês acham que se ele estivesse (em estado) grave eu estaria rindo como estou?", disse Raúl Castro no Aeroporto José Martí, ao ser perguntado pelos jornalistas sobre a saúde do líder da revolução. EFE rmo/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.