Raúl culpa EUA por morte de dissidente e nega tortura em Cuba

Havana, 24 fev (EFE).- O presidente de Cuba, Raúl Castro, assegurou hoje que a morte do preso político Orlando Zapata é resultado da relação com os Estados Unidos e negou que haja tortura na ilha.

EFE |

EFE am/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG