Raúl Castro será 1º líder estrangeiro a se reunir com novo patriarca russo

Moscou, 3 fev (EFE).- O presidente de Cuba, Raúl Castro, será hoje o primeiro líder estrangeiro a se reunir com o novo patriarca da Igreja Ortodoxa Russa, Kirill, entronizado no domingo passado.

EFE |

"A reunião acontecerá à tarde na Catedral de Cristo Salvador", disse o secretário do Departamento de Relações Exteriores do Patriarcado de Moscou, Nikolai Balashov, citado pela agência "Interfax".

Em outubro do ano passado, durante uma viagem pela América Latina, Kirill - então chefe do Departamento de Relações Exteriores - consagrou a primeira catedral ortodoxa russa em Cuba e no Caribe.

Durante a visita à ilha, se reuniu com o líder da revolução cubana, Fidel Castro, e com o irmão mais novo deste, Raúl, aos quais condecorou em nome do então patriarca Alexei II com ordens da Igreja Ortodoxa Russa.

O presidente cubano se reuniu ontem com o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, sobre cuja viagem a Cuba em 2000, então em qualidade de presidente, disse que "abriu uma nova etapa nas relações" bilaterais, após um longo parêntese de quase uma década de esquecimento desde a queda da URSS, em 1991.

A última visita de Raúl Castro à Rússia havia sido em 1985, quando ainda existia a URSS. A visita de Raúl Castro, que foi qualificada de "histórica" por ambas as partes, começou em 28 de janeiro e terminará na próxima quarta-feira. EFE egw/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG