Raúl Castro preside sessão parlamentar sobre orçamento para 2009

Havana, 27 dez (EFE).- O presidente de Cuba, Raúl Castro, lidera hoje a segunda e última sessão do Parlamento em 2008, na qual os deputados aprovarão a nova lei de previdência social e os orçamentos de 2009, no fechamento do ano em que Fidel Castro abandonou a Chefia de Estado.

EFE |

Vestido de camisa branca e sentado ao lado da poltrona vazia que o ex-presidente Fidel Castro costumava ocupar, Raúl Castro assiste a uma sessão que foi aberta pelo presidente do Parlamento, Ricardo Alarcón.

Na abertura do plenário, o presidente da Assembléia submeteu à votação a ordem do dia, que foi aprovada pelos 566 deputados que estão presentes, 92,64% dos 614 legisladores do órgão unicameral.

Em seguida, o ministro da Economia, José Luis Rodríguez, começou a fazer o balanço do ano de 2008 e a apresentar o orçamento e as linhas econômicas para o próximo ano.

Raúl Castro já esteve na sessão de sexta-feira para assistir à apresentação sobre o setor turístico feita pelo ministro dessa pasta, Manuel Marrero, informou a imprensa oficial.

Após quatro dias de trabalhos em comissões, os parlamentares analisam hoje a situação do país e as perspectivas para o próximo ano, depois que a ilha foi atingida duramente pela passagem de três furacões nos últimos meses que deixaram perdas de quase US$ 10 bilhões.

O ponto alto da agenda dos legisladores é a aprovação da reforma da lei de previdência social, que deve ter como principal novidade o aumento em cinco anos da idade mínima de aposentadoria. EFE arj/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG