Raúl Castro diz que Cuba não tem que acenar aos EUA

Havana, 29 abr (EFE).- O presidente de Cuba, Raúl Castro, afirmou hoje que Cuba não tem que fazer gestos aos Estados Unidos, já que não mantém nenhum bloqueio sobre esse país.

EFE |

Além disso, o irmão de Fidel disse que, embora as medidas recém-aprovadas pelo Governo de Barack Obama sejam positivas, o alcance delas é "mínimo".

"Cuba não impôs sanção alguma aos EUA nem contra seus cidadãos.

Não é Cuba que impede os empresários desse país de fazer negócios com o nosso (...) e, portanto, não é Cuba que tem que fazer gestos", disse Raúl numa reunião ministerial do Movimento de Países Não-Alinhados (Noal). EFE arj/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG