Raúl Castro autoriza a construção de casa própria em Cuba

O presidente Raúl Castro, para enfrentar o grande déficit habitacional cubano, autorizou neste domingo à população a construir suas casas com seus próprios esforços e recursos.

AFP |

"Nada de proibir, dizer, bom aqui você pode construir, tem tanto de área, e deixe este espaço para que por aqui passe, um dia, uma rua, e por ali uma calçada; que construam sua casinha com o que possam", disse Castro ao repórter de um telediário local.

Raúl Castro, de 77 anos, falou sobre o assunto em Santiago de Cuba, 900 km a sudeste de Havana, onde visitou o novo bairro "La Risueña", onde foram construídas 100 "petrocasas" (produzidas com derivados de petróleo) fabricadas na Venezuela.

Cuba enfrenta uma grave crise habitacional, agravada este ano por três furacões devastadpres, que arruinaram meio milhão de habitações e provocaram prejuízos de 10 bilhões de dólares. Segundo Castro, o país demorará entre três e seis anos para recuperar-se destes danos.

A construção em Cuba vinha sendo fundamentalmente estatal. No entanto, o programa governamental aprovado há três anos e meio para o levantamento de 100.000 casas anuais não se realizou.

"Aqui o que se tem que fazer são centenas de milhares de casas, por isso quero materiais de construção e a fábrica de cimento, para criarmos de verdade a base industrial para desenvolver a habitação", disse Castro, que em fevereiro de 2008 substituiu definitivamente seu irmão Fidel na presidência.

    Leia tudo sobre: cuba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG