Raúl Castro anuncia mudanças na cúpula do governo em Cuba

O presidente de Cuba, Raúl Castro, anunciou nesta segunda-feira mudanças substanciais na cúpula de governo do país, incluindo a substituição de dois importantes políticos cubanos. Esta é a primeira grande mudança no gabinete ministerial desde que Raúl Castro substituiu seu irmão, Fidel, no comando do governo de Cuba, no ano passado.

BBC Brasil |

De acordo com a emissora de televisão estatal cubana, o vice-presidente Carlos Lage e o ministro das Relações Exteriores, Felipe Pérez Roque, estão entre nomes que perderam cargos na reforma ministerial.

Tanto Lage como Pérez Roque eram considerados possíveis candidatos à sucessão cubana - ambos seriam aliados próximos de Fidel Castro.

Lage, de 57 anos, manteve o cargo de vice-presidente do Conselho de Estado, mas foi substituído na função de chefe de gabinete pelo general José Amado Ricardo Guerra, militar leal a Raúl Castro que comandou as Forças Armadas de Cuba durante décadas.

O vice-presidente era apontado como o responsável pela salvação da economia cubana após o colapso da União Soviética.

Felipe Pérez Roque foi secretário pessoal de Fidel Castro e ocupava a pasta das Relações Exteriores há cerca de dez anos. Aos 43 anos, ele foi substituído por seu vice, Bruno Rodríguez.

A lista dos que deixam o governo inclui ainda o ministro da Economia, José Luis Rodríguez, a ministra de Finanças e Preços, Georgina Barreiro Fajardo, e o ministro do Trabalho, Alfredo Morales Cartaya.

A reforma, segundo a emissora de televisão cubana, é uma tentativa do presidente de aumentar a eficiência do governo.

Leia mais sobre Cuba

    Leia tudo sobre: cuba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG