Raúl Castro anula pena de morte de vários presos comuns

Havana, 28 abr (EFE).- O presidente de Cuba, Raúl Castro, anunciou hoje a comutação da pena de morte de vários presos comuns, a respeito dos quais não deu detalhes.

EFE |

A medida vai em "consonância" com a política que começou a ser aplicada em 2000 e foi interrompida em 2003, quando três seqüestradores foram executados.

Na 6ª Assembléia do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, Raúl disse ainda que as condenações à morte foram substituídas por prisão perpétua ou sentenças de 30 anos. EFE jlp/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG