Raul Castro afirma que golpe em Honduras teve aval dos EUA

O golpe de Estado que derrubou Manuel Zelaya em Honduras não aconteceria sem o aval de Washington, garantiu nesta segunda-feira, em Quito, o presidente cubano, Raúl Castro.

AFP |

"Neste continente, ninguém dá um golpe de Estado sem receber a autorização dos Estados Unidos", disse Castro, que foi a Quito para a posse do presidente Rafael Correa.

"Sou um dos que dizem que (o presidente americano) é um homem bem intencionado (...) e quero continuar acreditando nisto", destacou Raul Castro sobre Barack Obama, que condenou o golpe de Estado em Honduras, mas cujo governo não tem pressionado pela restituição de Zelaya.

Segundo Castro, por um lado há um presidente condenando o golpe, mas por outro se percebe um apoio aos golpistas em Honduras.

vel/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG