Rapaz finge ser mulher e é linchado por grupo de mulheres enfurecidas

Nova Délhi - Um jovem indiano morreu hoje linchado por um grupo de mulheres enfurecidas após descobrirem que ele havia se fantasiado de mulher para entrar em uma festa exclusivamente feminina, informou hoje a Polícia.

EFE |

O fato aconteceu nesta segunda-feira no povoado de Phoolpur, situado na região de Uttar (norte), quando o homem, de aproximadamente 20 anos, se vestiu de mulher para conseguir adentrar uma festa feminina para celebração pelo nascimento de um bebê.

"Quase 50 mulheres participavam de um baile religioso como parte das celebrações do nascimento de uma menina. O jovem, com um vestido e maquiagem, entrou na casa e se uniu às outras", disse aos meios de comunicação o subinspetor geral de Polícia Chandra Prakash.

"Sua cara estava coberta com um véu e dançou durante mais de uma hora. Mas após escutar sua voz, as mulheres se deram conta que era um homem e começaram a bater nele", disse à agência indiana Ians um oficial de Polícia que não quis ser nomeado.

As forças de segurança se deslocaram ao local e recuperaram ao jovem, que, gravemente ferido, faleceu já em um hospital próximo.

"Ninguém no povoado soube identificá-lo e parece que entrou na casa para roubar. O assunto está sob investigação", disse Prakash.

Leia mais sobre: espancamento

    Leia tudo sobre: homemmulheresíndia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG