Ramadã começa neste sábado em Egito e Jordânia, diz líder religioso

CAIRO - O mufti do Egito, Ali Goma, autoridade religiosa máxima do país, anunciou nesta quinta-feira que o mês de jejum muçulmano do Ramadã começará neste sábado, informou a agência oficial de notícias Mena.

EFE |

Goma fez o anúncio em cerimônia realizada na instituição religiosa de Al-Azhar com o objetivo de buscar no céu a primeira faixa da lua crescente, que é o que marca o começo do mês sagrado muçulmano e que costuma ser vista no terceiro dia a partir da lua nova, que foi nesta quinta.

Por causa da dificuldade de observar a olho nu a faixa da lua, os religiosos decidiram que o começo do Ramadã será sábado, de acordo com os cálculos astronômicos.

AP

Lanternas são usadas como decoração durante mês
sagrado dos muçulmanos, Ramadã

Na Jordânia, devido à dificuldade de ver a lua, as autoridades anunciaram que sexta-feira será o último dia do mês muçulmano de Shabaan e, portanto, no sábado será o dia do começo do Ramadã.

O Ramadã é um mês para o jejum, à família e ao recolhimento, no qual os crentes se abstêm de comer, beber, fumar e manter relações sexuais desde a alvorada até o pôr do sol.

O caráter sagrado do Ramadã, que acontece no nono mês do calendário islâmico, deve-se a que foi neste mês quando, segundo a tradição, o profeta Maomé recebeu a revelação do Alcorão.



Leia mais sobre Ramadã

    Leia tudo sobre: alcorãomuçulmanoramadã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG