Ram Baran Yadav jura cargo como primeiro presidente da República do Nepal

Katmandu, 23 jul (EFE).- O sexagenário Ram Baran Yadav, do Partido do Congresso Nepalês (NCP), jurou hoje o cargo como presidente da República nepalesa se comprometendo a dedicar todos os seus esforços ao bem-estar dos cidadãos.

EFE |

Em cerimônia realizada no palácio presidencial de Katmandu, Yadav jurou o cargo diante do chefe do Tribunal Supremo, Kedar Prasad Giri.

"Represento todo o povo nepalês neste honorável posto e em todos os meus esforços estarei comprometido com o benefício do povo nepalês", declarou Yadav após tomar posse.

Uma caravana de veículos levou Yadav até o palácio presidencial, separado dos curiosos por uma distância de cerca de oito quilômetros.

"Sou filho de um granjeiro e cheguei a este honorável posto hoje como representante do povo", declarou.

Yadav expressou também seu desejo de que o Nepal consiga cumprir o processo de paz no qual está imerso e se ofereceu como mediador entre as principais forças do país.

Médico de profissão e com 64 anos, Yadav foi eleito na última segunda presidente do país pela Assembléia Constituinte em segundo turno com 308 votos a favor, frente aos 282 do candidato maoísta Ram Racha Prasad Singh.

Na cerimônia de hoje também jurou o cargo o novo vice-presidente do Nepal, Parmananda Jha, candidato do partido minoritário do Fórum Madheshi. EFE ms/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG