Rainha Elizabeth II falará sobre a crise em seu discurso de Natal

Londres, 24 dez (EFE).- A rainha Elizabeth II falará sobre a crise econômica nesta quinta-feira em seu tradicional discurso do Natal, a única ocasião na qual pode expressar sua própria opinião e não a de seu Governo, indicou hoje a BBC.

EFE |

De acordo com a rede pública britânica, a soberana dirá que, embora o Natal seja uma data para celebração, "este ano será uma ocasião mais sombria para muitos".

A rainha lamentará "a violência em terras distantes", um mês depois dos atentados em Mumbai, na antiga colônia britânica da Índia, e enquanto milhares de soldados deste país participam de conflitos no exterior.

"Algumas das coisas que antes se davam por feitas, de repente parece menos certas, e, naturalmente, isso origina sentimentos de insegurança", afirmará Elizabeth II, segundo o trecho de seu discurso antecipado pela "BBC".

"As pessoas se vêem afetadas por eventos que têm sua raiz no mundo todo. Seja a crise econômica global ou violência em uma terra distante, os efeitos podem ser sentidos profundamente em casa", acrescentará.

Na mensagem televisionada deste ano, aparecerão imagens do príncipe Harry apresentando prêmios infantis e também do príncipe Charles, herdeiro ao trono, que este ano completou 60 anos.

Tradicionalmente, a rainha pronuncia seu discurso na sala de música do Palácio de Buckingham, de pé em frente a um grande piano sobre o qual há fotografias de membros da família real, com uma árvore de Natal de fundo.

A mensagem da rainha, pré-gravada duas semanas antes, será transmitida às 13h de Brasília, como veio sendo feito desde que esta prática foi instituída no Reino Unido, em 1932, pelo rei George V.

EFE jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG