A rainha Elizabeth II assistiu pela primeira vez nesta segunda-feira a tradicional cerimônia anual de contagem dos cisnes no rio Tâmisa de Londres.

A soberana, proprietária de todos os cisnes em liberdade na Grã-Bretanha, observou de um barco como as aves eram pesadas e examinadas por uma equipe de especialistas para avaliar seu estado de saúde e fazer o censo anual.

Apesar de ocupar o trono desde 1956, a rainha Elizabeth jamais assistiu esta cerimônia, cujas origens remontam ao século XII, quando a coroa reivindicou a propriedade dessas aves para assegurar um fornecimento de carnes apra os banquetes.

No século XVI, o abastecimento dessas aves era tão importante que qualquer pessoa que fosse surpreendida roubando seus ovos podia ser condenada a um ano de prisão e uma multa.

Hoje, a contagem nada tem a ver com o consumo, já que esse tipo de ave não figura nos cardápios reais, mas é mantida com fins de conservação da espécie, pasra alegria dos turistas e habitantes locais que a cada terceira semana de julho gosta de apreciar o espetáculo.

Vestida con un traje de color melocotón, Isabel II presenció las operaciones a bordo del barco de vapor "Alaska", con el que remontó el Támesis cerca de Windsor, donde está el castillo al que acude a descansar los fines de semana.

"A rainha pareceu no geral intereressada no que estávamos fazendo e fez perguntas sobre o nosso trabalho", comentou o Marcador de Cisnes Real, David Barber, encarregado de estabelecer todos os anos o inventário do patriomônio da rainha.

rjm-ra/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.