Rainha Elizabeth aceita renúncia de Gordon Brown

Londres, 11 mai (EFE).- A rainha Elizabeth II aceitou hoje a renúncia do trabalhista Gordon Brown como primeiro-ministro do Reino Unido, passo necessário para que o conservador David Cameron tente formar um novo Governo.

EFE |

Londres, 11 mai (EFE).- A rainha Elizabeth II aceitou hoje a renúncia do trabalhista Gordon Brown como primeiro-ministro do Reino Unido, passo necessário para que o conservador David Cameron tente formar um novo Governo. Em um breve comunicado, o palácio de Buckingham confirmou que a soberana tinha aceitado a renúncia de Brown, que passou cerca de 20 minutos em audiência com a monarca em sua residência oficial em Londres. Antes, Brown anunciou sua intenção de renunciar, em frente à entrada do número 10 da Downing Street, que foi sua residência durante os últimos 13 anos, primeiro como ministro de economia e depois como premier. O trabalhista foi ao palácio com sua esposa, Sarah, e seus dois filhos, John e Fraser, e depois toda a família deixou as dependências em um carro oficial. Após a renúncia de Brown - que também deixou com efeito imediato seu cargo como líder do Partido Trabalhista -, espera-se que a rainha convoque Cameron para pedir que forme um Governo, o que deverá fazer com o apoio do Partido Liberal-Democrata. Por não ter obtido a maioria absoluta nas eleições de 6 de maio, o Partido Conservador se viu obrigado a negociar com os liberais de Nick Clegg, com os quais supostamente já chegou a um acordo. Espera-se que os líderes dos dois partidos façam um anúncio em breve, e está previsto para esta noite que se reúnam também com seus respectivos grupos parlamentares. EFE jm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG