Rafsanjani não pronunciará sermão da sexta-feira no Irã

Teerã, 10 ago (EFE).- O ex-presidente iraniano Ali Akbar Hashemi Rafsanjani não pronunciará esta semana o sermão oficial da sexta-feira, apesar do que seu próprio escritório tinha anunciado dias atrás, informou hoje a agência de notícias Isna.

EFE |

Segundo a fonte, o escritório do ex-líder emitiu uma nota na qual afirma que o clérigo não irá ao púlpito da Universidade de Teerã, para "evitar possíveis enfrentamentos".

Rafsanjani, que mostrou seu apoio aos grupos de oposição que criticam a reeleição do atual presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, dirigiu a oração de 17 de julho, durante a qual pediu a libertação dos detidos como uma das primeiras medidas para retomar a calma no país.

Após seu sermão, os protestos contra a vitória de Ahmadinejad, que a oposição considera fraudulenta, tomaram as ruas da capital iraniana.

"Para evitar eventuais enfrentamentos, o aiatolá Hashemi Rafsanjani não participará esta semana da prece", afirma o comunicado, segundo a "Isna".

O sermão da sexta-feira, que há alguns anos não tem um orador fixo, é considerada a tribuna política oficial do regime iraniano.

Nos protestos ocorridos após as eleições de 12 de junho, cerca de 20 pessoas morreram, segundo números oficiais, e milhares foram detidas. EFE jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG