RAF ignorava que príncipe William usou helicóptero para ver a namorada

A aviação britânica (RAF) desconhecia que seu novo piloto, o príncipe William, segundo na linha de sucessão ao trono real, usava seu helicóptero de treinamento para aterrissar no jardim da casa de sua namorada, publicou neste domingo o Sunday Telegraph.

AFP |

Um dos documentos da RAF, citados pelo Sunday Telegraph, assinala que os superiores do príncipe teriam proibido, se soubessem, que o rapaz usasse o helicóptero para visitar Kate Middleton.

O vôo do helicóptero militar, que causou polêmica e foi primeira página da imprensa popular em abril passado, custou aos contribuintes britânicos 86.434 libras esterlinas (106.000 euros).

O helicóptero também foi usado para ir a residência de campo do príncipe Charles, e pai de Willaim, em Highgrove, suroeste da Inglaterra.

Aparentemente, William foi buscar seu irmão mais novo, o príncipe Harry, para ir com ele para Londres participar em um despedida de solteiro.

Desde esse episódio, o príncipe recebeu as insígnias de piloto da RAF. William segue assim os passos de seu pai e de seu avó, o duque de Edimburgo, ambos també, pilotos.

William quer ser piloto de operações de resgate, segundo anunciou em setembro.

kah/lv/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG