Rádios com licença cassada saem do ar na Venezuela

CARACAS (Reuters) - Cessaram neste sábado as transmissões de pelo menos três emissoras de rádio da Venezuela depois que o órgão que regulamenta as telecomunicações no país anunciou, na véspera, medidas contra 34 concessões de rádio e televisão. O governo venezuelano lançou uma ofensiva para regularizar os meios de comunicação privados com o objetivo de democratizar o espaço radioelétrico, mas a oposição afirma que se trata de uma iniciativa para reprimir a liberdade de expressão e sufocar a dissidência.

Reuters |

A medida poderia afetar cerca de 240 emissoras de rádio. Há também o receio de fechamento iminente da TV de oposição Globovisión, que o governo acusa de mentir sistematicamente e conspirar contra o presidente Hugo Chávez.

Funcionários da Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel) se apresentaram em três emissoras do Círculo Nacional Belfort -- em Caracas, no Estado de Zulia e em Táchira -- para solicitar o desligamento dos transmissores, segundo informou a Globovisión.

O ministro do Poder Popular para as Obras Públicas e Habitação, Diosdado Cabello, anunciou na sexta-feira à noite as primeiras 34 decisões sobre igual número de emissoras de rádio e TV.

(Por Ana Isabel Martínez)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG