em qualquer coisa - Mundo - iG" /

Rachel Weisz diz que trabalharia com Meirelles em qualquer coisa

Londres, 27 out (EFE) - A atriz britânica Rachel Weisz assegurou hoje em Londres que voltaria a trabalhar com o cineasta brasileiro Fernando Meirelles em qualquer momento e em qualquer coisa que pedisse.

EFE |

A estrela, que conquistou um Oscar de melhor atriz coadjuvante por seu papel no filme "O Jardineiro Fiel", do brasileiro, afirmou que Meirelles é um "diretor fantástico e um ser humano adorável".

Em entrevista coletiva por ocasião da exibição, no Festival de Cinema de Londres, da última produção na qual Weisz participa, "The Brothers Bloom", a atriz explicou que, após "O Jardineiro Fiel", recebeu muitos papéis de mulher "forte e lutadora".

Isso a fez participar da comédia "The Brothers Bloom", onde faz Penélope, uma rica herdeira autodidata e multifacetada que ficou muito tempo isolada do mundo e decide viajar com dois sedutores irmãos que, na verdade, são trambiqueiros.

Weisz, de 37 anos, admitiu que teve que implorar ao diretor do filme, Rian Johnson, para poder participar da produção, e assegurou que "faz campanha" para poder conseguir os papéis que lhe agradam.

Nesta ocasião, destacou que foi atraída pelo roteiro "excelente e completamente original" de "The Brothers Bloom", onde atua ao lado de Adrien Brody e Mark Ruffalo, e pelo fato de que sua personagem foi "pouco comum, indefinível e com múltiplas facetas".

A atriz, que utilizou muita roupa própria para interpretar Penélope, afirmou que, no filme, enfrentou o desafio profissional "mais difícil de sua carreira": fazer truques com cartas.

Um integrante do Circo Mágico da Inglaterra ficou duas semanas no set de gravação do filme em Montenegro para ensiná-la.

A atriz, que protagonizará o último projeto de Alejandro Amenábar, "Ágora", um drama épico ambientado no século IV, disse que voltará às telas em 2009 com "The Lovely Bones", que conta a história de um casal que perde um filho.

A protagonista de "A múmia" interpreta a mãe do menino morto no filme dirigido por Peter Jackson, o cineasta da saga "O Senhor dos Anéis", no qual tem como colega de elenco a atriz Susan Sarandon.

Weisz assegurou ainda que gostaria de trabalhar com o marido, o diretor Darren Aronofsky, mas que, por enquanto, não eles têm projetos em comum.

Quanto a "A Mumia 3 - A Tumba do Imperador Dragão", terceira parte da série, que conta com Brendan Fraser no elenco, a atriz esclareceu que não participou do longa porque tinha acabado de dar à luz seu filho, Henry Chance, e não podia filmar durante cinco meses na China, portanto nem chegou a ler o roteiro. EFE vmg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG