Os dois grandes rabinos de Israel se pronunciaram contra os abortos porque eles atrasam a redenção messiânica, informou nesta terça-feira o jornal on-line Y-Net.

Em uma carta enviada a todas as comunidades judaicas de Israel, o grande rabino ashkenazi Yona Metzger e o grande rabino sefardi Shlomo Amar denunciam "esta verdadeira epidemia, que custa a vida todos os anos de dezenas de milhares de judeus" e atrasa a vinda do Messias à Terra.

Cerca de 50 mil interrupções voluntárias de gestações são realizadas por ano em Israel, das quais 20 mil em condições ilegais, recordaram os líderes religiosos.

Leia mais sobre: aborto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.