Zona verde de Bagdá e base dos EUA sofrem ataques com foguetes no Iraque - Mundo - iG" /

Zona verde de Bagdá e base dos EUA sofrem ataques com foguetes no Iraque

Bagdá, 1 jan (EFE).- A chamada zona verde de Bagdá, que conta com medidas especiais de segurança, sofreu ontem à noite um ataque com foguetes que também atingiu uma base militar dos EUA próxima ao aeroporto internacional da capital iraquiana, informaram fontes ligadas às tropas norte-americanas no país.

EFE |

Pelo menos três foguetes caíram na zona localizada no centro de Bagdá, dentro da qual estão várias embaixadas e edifícios do governo, e simultaneamente outros projéteis atingiram a base militar americana.

Ainda não se sabe se o ataque deixou vítimas. Houve alerta de sirenes nas áreas atacadas e tropas dos EUA já começaram buscas, nos bairros Al Adl, Huriya e Shula, para tentar encontrar quem teria feito os lançamentos.

Essas áreas da cidade são consideradas redutos de uma milícia xiita conhecida como Exército Mehdi, liderada pelo clérigo Moqtada Al-Sadr.

O grupo protagonizou, em 2004, uma intensa luta contra as tropas americanas, até que o clérigo ordenou o cessar-fogo há três anos, embora os combatentes ainda tenham muitas armas.

A "zona verde" de Bagdá passou ao controle das tropas iraquianas em 1º de janeiro do ano passado. Até então e desde a invasão para derrubar o regime de Saddam Hussein, em 2003, a segurança da capital iraquiana estava em poder das tropas dos EUA.

O último ataque com foguetes contra a "zona verde" de Bagdá aconteceu no dia 16 de setembro de 2009, por ocasião da visita ao Iraque do vice-presidente dos EUA, Joe Biden. EFE.

am/id

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG