Times teve informações sobre Watergate antes da concorrência - Mundo - iG" /

Times teve informações sobre Watergate antes da concorrência

Nova York, 25 mai (EFE).- Dois ex-jornalistas do jornal The New York Times revelaram que tiveram informações sobre o caso Watergate, que custou o mandato do ex-presidente americano Richard Nixon, antes dos concorrentes do The Washington Post, deixando escapar uma das reportagens mais célebres de todos os tempos.

EFE |

O "Times" publicou hoje que, dois meses depois da divulgação do roubo de documentos do Partido Democrata americano do edifício Watergate, em Washington, o repórter Robert Smith informou a seu editor, Robert Phelps, que tinha informações sobre o ocorrido após um almoço com um membro do FBI (polícia federal americana).

Segundo o jornal, isso aconteceu em agosto de 1972, quando Smith abandonou o jornalismo para estudar Direito na Universidade de Harvard, enquanto Phelps decidiu fazer uma viagem de um mês ao Alasca. As informações sobre o escândalo, que estourou em 1974, foram guardadas em uma gaveta e perdidas em seguida.

Smith guardou o episódio para si durante mais de três décadas até saber que Phelps tinha decidido publicá-lo em suas memórias. Com isso, o chamou para comparar informações e decidiu fazer a revelação sobre o caso que tornou famosos Carl Bernstein e Bob Woodward, repórteres do "The Washington Post".

Agora, o "New York Times" perguntou a Phelps, de 89 anos, o que aconteceu com essas pistas, assim como onde estão as anotações sobre as informações vazadas a Smith pelo então diretor interino do FBI Louis Patrick Gray, morto em 2005 - o ex-editor disse não ter ideia do paradeiro destas.

Phelps assumiu a responsabilidade pelo ocorrido. Com isso, o jornal nova-iorquino "perdeu a oportunidade de contar a melhor história de toda uma geração", segundo admitiu o próprio veículo.

EFE emm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG