Talibã australiano ficará completamente livre em dezembro - Mundo - iG" /

Talibã australiano ficará completamente livre em dezembro

Sydney (Austrália), 20 nov (EFE).- O talibã australiano, David Hicks, será um homem completamente livre em dezembro, quando a Polícia deixará de segui-lo e de controlar seus telefonemas e correspondências, afirmaram hoje as autoridades da Austrália.

EFE |

"Após muitas consultas com um número de agências, a Polícia Federal da Austrália decidiu que não pedirá a prorrogação da ordem de controle de Hicks", afirmou esse corpo de segurança, em comunicado.

A nota oficial acrescenta que "o procurador-geral e Hicks foram informados hoje" da decisão.

Hicks quebrou o silêncio absoluto à imprensa para divulgar a gravação de um vídeo no qual afirmou que não conseguia levar a vida sendo seguido por todas as partes.

"Não sei o que me espera no futuro. A única coisa que sei é que não poderei ir adiante com minha vida enquanto continuar a ordem de controle", disse Hicks.

O "talibã australiano" chegou à Austrália em 20 de maio de 2007, procedente da base militar dos Estados Unidos em Guantánamo (Cuba), onde ficou detido após sua captura, em dezembro de 2001, pelas tropas americanas no Afeganistão.

Em 30 de março de 2007, um tribunal militar de Guantánamo o declarou culpado por apoiar ao terrorismo e o condenou a sete anos de prisão.

Hicks, que sempre se disse inocente, afirmou que um dia contará a história de tudo que viveu desde sua detenção, mas quando se sentir preparado. EFE mg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG