A ex-refém franco-colombiana Ingrid Betancourt, acompanhada dos cantores Juanes e Miguel Bosé, enviou na madrugada deste domingo mensagens de esperança aos reféns em poder da guerrilha das Farc, em uma transmissão de rádio enviada aos seqüestrados na selva.

As mensagens foram transmitidas por telefone de Paris através do programa "As Vozes do Seqüestro" da rádio Caracol em ocasião da jornada para exigir a liberdade dos seqüestrados celebrada simultaneamente em mais de mil de cidades colombianas e em 80 países diferentes.

"O mundo está unido, estamos de mãos dadas, estamos pensando em vocês e estamos fazendo uma corrente por vocês. Tenham fé, cada dia mais tranqüilidade, saibam que em breve terão o direito de aproveitar a liberdade", afirmou Betancourt resgatada junto com outros 14 reféns no dia 2 de julho.

O músico colombiano Juanes pediu que a guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) entenda que "é hora de dialogar para pôr fim a esta guerra injusta".

O cantor espanhol Bosé, que acompanhará Betancourt e Juanes em uma manifestação em Paris, disse que espera que seja ouvida a voz daqueles em todo o mundo que estão pedindo a liberdade dos seqüestrados.

"Queremos unir vozes e vontades, convencidos de que temos um coração que nos ouvirá e algo vai acontecer", ressaltou Bosé.

As manifestações pedem a libertação dos reféns por motivos políticos das Farc (mais de 24, a maioria deles policiais e militares, assim como três políticos) e de mais de 2.800 pessoas que se considera que estejam seqüestradas por motivos econômicos.

hov/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.