Newsweek prediz morte de Fidel Castro em 2010 - Mundo - iG" /

Newsweek prediz morte de Fidel Castro em 2010

Nova York, 23 dez (EFE).- A revista americana Newsweek publicou hoje seus prognósticos para 2010, entre elas a que será o último ano de Fidel Castro na terra, que a Europa viverá uma nova crise, que a Venezuela sofrerá outro golpe de Estado e que o Brasil substituirá a China como potência econômica.

EFE |

"Fidel Castro está doente há anos e parece que 2010 será seu último na Terra", aponta a revista em seus dez prognósticos sobre política internacional para o ano que vem.

"Cuba não mudará da noite para o dia, mas o falecimento de Fidel significará que todas as rígidas doutrinas vinculadas a seu nome (falta de liberdade de imprensa, restrições à imigração, culto à personalidade, perseguição a homossexuais) serão vistas de outra forma", afirma a "Newsweek".

A revista, que não explica em quais informações baseia suas previsões para o ano que vem, prevê que o atual presidente cubano, Raúl Castro, "ao reconhecer o potencial econômico de melhorar as relações com os Estados Unidos, limitará a retórica governamental antiamericana".

Outro prognóstico da "Newsweek" é que a economia na China afundará no ano que vem e que o país será substituído como potência emergente pelo Brasil.

"O Brasil tem tudo. A economia crescerá a um ritmo de 8% em 2010", diz a revista, que aponta que as novas possibilidades de explorações de petróleo no país criarão emprego, o que favorecerá os cidadãos e o Governo, enquanto concorrentes como Rússia, Índia ou China enfrentarão graves problemas econômicos.

A revista aponta também que na Venezuela haverá um novo golpe de Estado contra o presidente Hugo Chávez, e que, devido à recessão, "o furacão Hugo e sua tentativa de levar a região a um socialismo do século XXI se desmoronarão".

EFE emm/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG