O ministro palestino das Relações Exteriores, Riyad al-Malki, considerou nesta quarta-feira que não é o momento certo parra organizar um amistoso entre um combinado de jogadores israelenses e palestinos e o Brasil.

"Por ora, não é o momento certo, porque não há processo de paz e a situação está travada dos dois lados", declarou Malki após um encontro em Genebra com seu colega brasileiro, Celso Amorim.

"Ficamos muito felizes com a proposta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de enviar a seleção brasileira", acrescentou, referindo-se às diversas declarações neste sentido do chefe de Estado brasileiro, que disse "sonhar" com tal iniciativa.

"Todos os palestinos gostariam muito de ver a seleção brasileira jogar na Palestina, inclusive meus filhos, que admiram todos os jogadores", destacou o ministro.

"No entanto, o momento não é propício. Esperamos que a iniciativa possa se concretizar em breve, antes que o Brasil vá à África do Sul" para disputar a Copa do Mundo, que começa no dia 11 de junho, concluiu.

hmn/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.