Morakot arrasa o leste da China, após castigar Taiwan - Mundo - iG" /

Morakot arrasa o leste da China, após castigar Taiwan

Pequim/Taipé, 10 ago (EFE).- A passagem do tufão Morakot por Taiwan e China deixou até hoje 13 mortos, mais de 52 desaparecidos e milhões de desabrigados, até perder força esta manhã e se transformar em tempestade tropical.

EFE |

Depois que as autoridades declararam no leste da China o alerta vermelho, o nível máximo para enfrentar os tufões, na província oriental de Fujian, pelo menos 500 mil pessoas foram evacuadas de suas casas e 48 mil navios retornaram ao porto.

Calcula-se que as perdas nesta província, onde o tufão chegou neste domingo com ventos de até 118 km/h, alcançam os 416 bilhões de iuanes (US$ 60 bilhões).

Na província vizinha de Zhejiang, concretamente na cidade de Wenzhou, o "Morakot", que em tailandês significa "esmeralda", causou ontem a morte de uma criança de quatro anos, depois que esta e três adultos foram soterrados após a queda de cinco casas.

Além disso, os bens materiais de mais de 3,4 milhões de pessoas foram afetados, centenas de povoados inundados, 1.844 casas desabadas e 143 mil hectares destroçadas. As perdas econômicas diretas atingem os 2,250 bilhões de iuanes (US$ 328 milhões).

Por sua parte, a Estação Meteorológica de Zhejiang anunciou que o "Morakot", transformado já em tempestade, se dirige para noroeste a uma velocidade de 20 km/h.

O sudeste asiático sofre a cada ano a influência da monção de verão, e desde que se iniciou a temporada e até o dia 30 de junho morreram na China mais de 307 pessoas e 67 milhões foram afetadas.

O "Morakat" chegou ao gigante asiático ontem à tarde procedente de Taiwan, onde causou pelo menos 12 mortos, 52 desaparecidos e 32 feridos, e perdas multimilionárias para a agricultura da ilha, segundo anunciou o Serviço Nacional de Bombeiros.

O Conselho de Agricultura prediz perdas multimilionárias, a destruição de 20.432 hectares de cultivos, equivalentes a uma quarta parte das colheitas na ilha, o que já produziu uma forte alta no preço de verduras e frutas.

Mais de 20 pontes caíram devidos às inundações produzidas pelo "Morakot", o que representa o maior dano à infraestrutura nos últimos dez anos, informou a Universidade Nacional Central.

O "Morakot" superou todos os prognósticos sobre seu poder destrutivo e desencadeou as piores inundações em mais de 50 anos.

Os militares taiuaneses foram mobilizados para cooperar nos trabalhos de resgate e salvamento, e o Governo criou um comando de nível ministerial para enfrentar a reconstrução do sul da ilha, devastado pelas inundações.

Os bancos da ilha prometeram ajudar as vítimas do tufão com empréstimos a baixos juros.

O hotel de seis andares Leão Dorado, situado no distrito sudeste de Taitung, se inclinou e caiu sobre um riacho criado pelas chuvas torrenciais.

Um petroleiro e dois cargueiros encalharam nas cercanias da ilha e suas tripulações foram resgatadas, informou a guarda-costeira.

O norte de Taiwan, menos afetado pelo tufão, já recuperou a normalidade, mas no sul da ilha, os trabalhos de salvamento ainda não finalizaram e a reconstrução levará tempo. EFE mmp-flp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG