LA Times pede desculpas por reportagem sobre Tupac Shakur e Sean Combs - Mundo - iG" /

LA Times pede desculpas por reportagem sobre Tupac Shakur e Sean Combs

Los Angeles, 7 abr (EFE).- O jornal Los Angeles Times se retratou hoje de uma reportagem sobre um ataque sofrido pelo rapper Tupac Shakur em 1994 publicada em seu site em 17 de março, depois de concluir que o texto foi redigido com base em informações não confiáveis.

EFE |

O artigo em questão, intitulado "An Attack on Tupac Shakur Launched a Hip-Hop War" ("Ataque contra Tupac Shakur provoca guerra no mundo do hip-hop", em tradução livre) e assinado por Chuck Philips, anunciava "novos" dados sobre o caso, incluindo detalhes extraídos de documentos do FBI (polícia federal americana).

No entanto, após uma investigação interna, o jornal concluiu que os documentados do FBI foram "fabricados", razão pela qual decidiu pedir desculpas pela reportagem publicada em seu site e em sua edição impressa.

O texto em questão descrevia os fatos ocorridos em 30 de novembro de 1994, quando três homens atiraram em Tupac Shakur em Nova York, e vinculava o ao rapper Sean Combs à tentativa de assassinato.

Antes de morrer em outro ataque dois anos depois, Tupac disse várias vezes que suspeitava do envolvimento de aliados de Combs na primeira emboscada.

Segundo a história do "LA Times", o empresário James Rosemond, o promotor James Sabatino e Jacques "Haitian Jack" Agnant - uma figura da cena do hip-hop nova-iorquino - foram os que organizaram o ataque de novembro de 1994.

Em comunicado, Combs disse que a história publicada era uma mentira.

"É algo ridículo e completamente falso", declarou.

Rosemond também veio a público dizer que as acusações eram "falsas".

O jornal acredita que foi Sabatino quem fabricou os documentos do FBI, por isso diz que também se retrata de qualquer informação que de alguma forma sugira que Rosemond, Sabatino e Agnant "orquestraram ou desempenharam um papel no ataque a Shakur".

Além disso, também nega que Combs sabia de antemão das intenções daqueles que atiraram no rapper assassinado. EFE mg/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG