WASHINGTON (Reuters) - Dietas que abusam das frituras, dos salgadinhos e da carne são responsáveis por cerca de 35 por cento dos infartos do mundo, disseram pesquisadores na segunda-feira. Um estudo em 52 países mostrou que a dieta ocidental -- à base de carne, ovos e junk food -- torna as pessoas mais propensas a infartos, em relação àquelas que comem mais frutas e legumes.

Várias outras pesquisas já haviam apontado esse tipo de alimentação como causa de doenças cardíacas e especialmente infartos.

Entre fevereiro de 1999 e março de 2003, o médico Salim Yusuf, da Universidade McMaster, de Ontário (Canadá), e seus colegas investigaram os hábitos alimentares de mais de 16 mil pacientes, dos quais 5.700 haviam acabado de sofrer seu primeiro infarto, e recolheram amostras de seu sangue.

Eles dividiram os voluntários em três grupos. "O primeiro fator foi batizado de 'oriental', por causa da alta participação do tofu e dos molhos de soja e outros", escreveram eles no estudo, publicado na revista Circulation.

"O segundo fator foi batizado de 'ocidental', por causa da alta participação de comidas fritas, salgadinhos e carne. O terceiro fator dietário foi batizado de 'prudente', por causa da alta participação de frutas e legumes".

Quem comia mais frutas e legumes tinha uma chance 30 por cento menor de infartos, em comparação com as pessoas que consumiam pouco ou nada desses alimentos, segundo eles.

Quem abusava da dieta ocidental tinha um risco de infarto 35 por cento superior ao de quem nunca ou raramente consumia frituras e carne. Os consumidores da dieta oriental ficaram num meio-termo.

As conclusões são importantes porque até agora não havia provas de que a comida estivesse elevando o risco de infartos. É que as dietas "ocidentais" poderiam estar associadas a um tipo de vida mais rico em geral, no qual, por exemplo, há mais sedentarismo.

Mas os pesquisadores dizem que os problemas cardíacos não são mais uma quase-exclusividade dos ricos. "Aproximadamente 80 por cento do ônus global das doenças cardiovasculares ocorre em países de baixa e média renda", escreveram os pesquisadores.

A dieta rica em tofu pode ser neutra, em vez de proteger, devido ao seu elevado teor de sódio, segundo eles. O sódio pode provocar hipertensão, com a consequência de infartos e derrames.

(Reportagem de Maggie Fox)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.