Ike atinge oeste de Cuba após deixar 4 mortos no leste e centro do país - Mundo - iG" /

Ike atinge oeste de Cuba após deixar 4 mortos no leste e centro do país

Havana, 9 set (EFE) - O furacão Ike atingiu hoje o oeste de Cuba, inclusive Havana, após deixar pelo menos quatro mortos, grandes inundações e perdas multimilionárias em cidades, povoados e campos do leste e do centro do país. Ike estava às 6h (7h em Brasília) pouco mais de 100 quilômetros ao sudeste de Havana, com ventos máximos sustentados de 130 km/h e seqüências muito mais fortes. Mais de 1,23 milhão de cubanos - cerca de 12% da população total - foram retirados nos últimos dias de áreas de risco diante da chegada do segundo furacão de grande categoria a atingir a ilha em dez dias, e que, antes, deixou 66 mortos no Haiti. Ao atravessar Cuba de nordeste a sudoeste, Ike reduziu sua categoria de 3 para 1 na escala Saffir-Simpson - que vai até 5 -, mas as autoridades continuam a considerá-lo muito perigoso, especialmente pelas fortes chuvas que o acompanham. O olho do fenômeno agora se desloca rumo ao oeste a 20 km/h, pelos mares do sudoeste de Cuba, e deve girar para oés-noroeste, em direção às províncias de Havana e Pinar del Río, onde já lança seus ventos de furacão. Os meteorologistas dizem que Ike atravessará mais uma vez a ilha e sairá durante a próxima noite pela costa noroeste do Golfo do México, rumo ao sul dos Estados Unidos. O furacão se movimenta pelos mares entre Havana e Isla de la Juventud, e seu centro tocará a ilha maior em Pinar del Río entre 10h e 11h (11h e 12h em Brasília), informou o Instituto de Meteorologia cubano (I...

EFE |

O Insmet advertiu hoje de que as chuvas fortes, as ressacas e as inundações litorâneas no centro e no oeste da ilha continuarão.

"Os ventos de força de tempestade tropical cobrem uma grande área, se estendendo a toda a região oeste de Cuba. Os ventos de furacão ocorrerão na metade leste de Pinar del Río e na porção mais oeste da província de Havana", advertem os meteorologistas. EFE am/fh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG