O piloto suíço Yves Rossy, conhecido como o homem-pássaro, realizou com êxito um vôo entre Calais (França) e Dover (Inglaterra) com uma asa de carbono dotada de quatro turbinas portáteis fixada em suas costas.

Reuters
Homem-pássaro aterrissa com sucesso
"Homem-pássaro" atravessa o Canal da Mancha e aterrissa com sucesso

Rossy, 49 anos, fez 35 km em questão de alguns minutos. Ele teve de desistir de suas tentativas anteriores, na quarta e quinta, por causa das condições climáticas.

Ex-piloto militar (mais de mil horas de vôo em Mirages III e F-5), e atualmente piloto comercial, em 2004 ele se tornou o primeiro homem a voar com uma asa individual dotada de turbinas portáteis.

Este vôo de quatro minutos o fez entrar para o livro Guiness dos Recordes Mundiais.

A nova asa, de uma envergadura de 3 metros, permite o vôo de apenas alguns minutos devido ao pequeno tanque de querosene (30 litros).

Aventureiro nas horas vagas, Rossy já fez mais de mil saltos de pára-quedas, além de praticar skysurf e se dedicar à criação de asas como a utilizada em sua nova proeza.

Leia mais sobre homem-pássaro


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.