Homem grávido deixa hospital em Oregon - Mundo - iG" /

Homem grávido deixa hospital em Oregon

WASHINGTON - O transexual Thomas Beatie, o primeiro ¿homem grávido¿ da história¿, deixou o hospital em Bend, no Estado de Oregon, na sexta-feira. Beatie deu à luz uma menina no dia anterior. Segundo uma fonte do hospital, ouvida pelo jornal britânico Telegraph, o parto foi normal. Acreditava-se, até então, que Beatie seria submetido a uma cesariana.

Redação com agências internacionais |

Ao sair do hospital, o transexual, que já não tinha mais a barriga da gravidez que o deixou famoso, escondeu o rosto. Ele estava usando óculos escuros e, ao perceber que estava sendo filmado, colocou uma blusa sobre o rosto.

O parto foi realizado sob forte esquema de segurança. Beatie deu entrada no hospital, que havia dito que ele já tinha deixado o centro médico na quinta-feira, com outro nome. Essas medidas, segundo fonte do hospital, foram tomadas para que a família fosse preservada. Ele também teve sua filha longe de outras grávidas.


Oprah mostrou Beatie fazendo ultra som / Reprodução

Inseminação artificial

Criado no Havaí, onde sua mãe se suicidou quando ele tinha 12 anos, Beatie explicou que decidiu trocar de sexo aos 24 anos. Por isso, submeteu-se a uma operação para tirar seios e legalmente mudou seu gênero de feminino para masculino. Beatie, hoje com 34 anos, manteve, porém, seus órgãos sexuais.

Casados há mais de dez anos, Beatie e a mulher, Nancy, sempre quiseram ter um bebê, mas esta teve uma endometriose há 20 anos e precisou tirar o útero. Depois de enfrentarem o preconceito da sociedade e de suas famílias e de alcançarem uma situação econômica confortável, ambos tomaram a decisão de que Beatie seria o "encarregado" de gestar o bebê.

"Acho que a necessidade de ter um filho não é um sentimento masculino ou feminino. Sou um ser humano e tenho direito a ter um filho biológico", afirmou Beatie.

Ele foi inseminado artificialmente por Nancy, em casa, usando uma seringa especial dada pelo veterinário que cuidava de seus pássaros, depois que médicos e clínicos o rejeitaram.

Em entrevista ao programa da Oprah, ainda quando estava grávido, ele disse que temia perder o bebê ( saiba mais aqui ). Segundo ele, os médicos admitiam que a rejeição pudesse matar a criança durante o parto.

Leia mais sobre "homem grávido"

    Leia tudo sobre: homem gravido

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG