ASSUNÇÃO - Com um sonoro sim, juro!, o ex-bispo Fernando Lugo assumiu nesta sexta-feira a presidência do Paraguai, após seis décadas de hegemonia do Partido Colorado.

O recém-empossado presidente saudou os chefes de Estado e autoridades presentes e iniciou um emocionado e forte discurso, no qual se comprometeu a combater a pobreza e a corrupção que há décadas prejudicam a sociedade paraguaia.

"Hoje termina um Paraguai exclusivo, um Paraguai com fama de corrupto. Hoje se inicia um Paraguai onde as autoridades serão implacáveis contra os ladrões de nosso povo", disse Lugo.


Lugo recebe o bastão presidencial ao tomar posse no Paraguai / EFE

Lugo defendeu a criação de uma sociedade "fundada em princípios de justiça e igualdade", onde "todos cresçam sem exclusão". Citando a cantora argentina Mercedes Sosa, proclamou:  "Eu renuncio a viver em um país onde uns não dormem porque têm medo e outros porque têm fome".

Por meio de um pacto social, prosseguiu Lugo, será possível construir uma sociedade volte a pensar de maneira coletiva. 

Como se esperava, Lugo compareceu à cerimônia vestindo trajes simples, de camisa, calça e sandálias. Sobre sua trajetória como bispo da Igreja Católica, Lugo disse que estará eternamente agradecido à Igreja e que será "um laico que permanecerá ligado à bonita fé da Igreja Católica".

Leia mais sobre Paraguai 

Com Ansa e AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.