O furacão Gustav, que avança em direção a Cuba, também deixará chuvas em Honduras pelo menos neste fim de semana, informou o organismo de proteção civil.

Embora o furacão esteja cerca de 850 quilômetros ao norte de Honduras, no mar do Caribe, terá "efeitos indiretos", com chuvas nas próximas 72 horas, segundo um comunicado da Comissão Permanente de Contingências (Copeco). As chuvas afetarão principalmente as regiões noroeste, central e sudeste de Honduras.

A instituição pediu aos comitês de emergência e autoridades regionais que acompanhem o fenômeno, a fim de tomar medidas preventivas, caso necessário.

Na quinta-feira passada, quatro pessoas morreram em conseqüência de um deslizamento de terra causado pelas chuvas em uma aldeia da região leste de Honduras.

"Gustav", um furacão de categoria três na escala Saffir-Simpson (que vai até cinco), continua ganhando força e pode subir para a categoria quatro antes de chegar a Cuba hoje à noite, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC, em inglês) dos Estados Unidos, com sede em Miami.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.