Gustav pode virar poderoso furacão antes de chegar a Cuba - Mundo - iG" /

Gustav pode virar poderoso furacão antes de chegar a Cuba

(Atualiza com boletim das 12h de Brasília) Miami, 29 ago (EFE).- A tempestade tropical Gustav pode se transformar em um poderoso furacão antes de chegar ao oeste de Cuba no sábado e entrar no Golfo do México no seu caminho rumo a Louisiana, nos Estados Unidos, que foi arrasado em 2005 pelo Katrina.

EFE |

O sistema tem ventos máximos sustentados de 100 km/h e é provável que se fortaleça hoje, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC, em inglês) dos EUA em seu boletim das 12h (Brasília).

O NHC advertiu que "Gustav pode se transformar em um furacão de categoria maior antes de alcançar a costa oeste de Cuba".

A tempestade se transformou no terceiro ciclone da temporada de furacões no Atlântico na terça-feira e atingiu o sudoeste do Haiti com ventos de 150 km/h.

Quando "Gustav" chegou a Haiti e República Dominicana como furacão, causou pelo menos 60 mortes e, ao ser rebaixado à categoria de tempestade, matou três na Jamaica.

Segundo a projeção do NHC, o centro de "Gustav" está se afastando da Jamaica e afetará as ilhas Cayman na noite da sexta-feira e avançará no sábado rumo à costa oeste de Cuba para depois emergir no sul do Golfo do México no domingo.

O centro de "Gustav" se movimenta em direção a noroeste a 13 km/h e espera-se que atinja na terça-feira a Louisiana, porém a cidade de Nova Orleans não seria afetada diretamente.

O olho do furacão estava às 13h (Brasília) de hoje próximo a latitude 18,6 graus norte e da longitude 78,7 graus oeste, 265 quilômetros ao este sudeste de Gran Caimán (ilhas Cayman) e 725 quilômetros ao este sudeste do oeste de Cuba.

Já "Hanna", a oitava tempestade tropical da temporada, mantém ventos de 85 km/h e acredita-se que se transformará em furacão no fim de semana.

O NHC recomendou às ilhas Turks e Caicos e ao sudeste das Bahamas que observem o desenvolvimento de "Hanna" que se desloca a 19 km/h a oeste noroeste e, seguindo esta trajetória, o centro da tempestade passaria hoje pelo norte das Pequena Antilhas.

A trajetória provável de "Hanna", segundo o NHC, mostra que afetaria o arquipélago das Bahamas a partir da próxima quarta-feira.

O centro da tempestade estava às 13h (Brasília) próximo a latitude 21,3 graus norte e a longitude 62,7 graus oeste, 345 quilômetros ao norte das Pequenas Antilhas. EFE sob/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG