GENEBRA - Quase mil novos casos de gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2009/04/30/oms+decide+mudar+nome+da+gripe+suina+5867916.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1) foram diagnosticados nas últimas 24 horas, anunciou nesta quinta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS), que registra 11.034 pessoas infectadas pelo novo vírus e 85 mortes, em um total de 41 países.

A maioria dos novos casos foram oficialmente registrados nos quatro países mais afetados pela doença: México (244 casos e três novas mortes), Estados Unidos (241 e duas mortes), Canadá (223) e Japão (49).

O balanço anterior da OMS registrava 10.243 casos em 41 países, com 80 mortes.

Aumento do alerta

A chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta quinta-feira que não vai hesitar em elevar o alerta global de pandemia para fase 6, último nível na escala, se o novo vírus da gripe H1N1 se disseminar globalmente.

"Se eu vir mais sinais relativos ao vírus ou da disseminação da doença, incluindo (sobre sua) gravidade, eu não hesitarei em tomar uma decisão muito difícil. Eu não vou comprometer a saúde da população mundial", afirmou Margaret Chan.

"Para passar da fase 5 para a fase 6 eu preciso estar segura de que se trata de um fenômeno global", afirmou Chan durante reunião anual da OMS em Genebra.

Segundo a diretora, no momento especialistas em saúde estão monitorando criteriosamente sinais do vírus no Hemisfério Sul.

Atualmente a OMS mantém na fase 5, numa escala que vai até 6, o nível de alerta de pandemia.

Leia também:

"Gripe suína" no Brasil


Entenda a "gripe suína"


Leia mais sobre: gripe suína

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.