MIAMI - A tempestade tropical Fay, que matou pelo menos 57 pessoas em outros países caribenhos no fim de semana, atingiu a costa sudoeste de Cuba na segunda-feira e se aproxima da Flórida, nos EUA, com ventos de até 96 quilômetros por hora.

"Fay" se movimenta sobre o estreito da Flórida e permanece em vigor um aviso de furacão (passagem em 24 horas) para a costa sudoeste do Estado, disse o Centro Nacional de Furacões (NHC, em inglês) em seu boletim das 12h (Brasília).

Os meteorologistas previram hoje que "Fay" ganhará força ligeiramente nas próximas 24 horas e "se transformará em furacão na medida em que se aproxima da costa sudoeste da Flórida amanhã".


Fay passa por Cuba e segue para a Flórida / AP

Uma tempestade se transforma em furacão de categoria 1 na escala de intensidade Saffir-Simpson, que vai até 5, quando seus ventos máximos sustentados alcançam 119 quilômetros por hora.

Os especialistas advertiram que "Fay" está causando fortes chuvas que poderiam causar inundações no sul da Flórida e perigosos deslizamentos de terra. Além disso, é possível a formação hoje de tornados isolados na região de Florida Keys e no sul da península da Flórida.

O aviso de tempestade tropical permanece em vigor para a costa leste da Flórida em direção ao norte até Cocoa Beach e desta praia rumo ao sul e ao longo da costa oeste até Flamingo, inclusive para o lago Okeechobee.

Durante a atual temporada atlântica, que começou em primeiro de junho e termina em 30 de novembro, já se formaram seis tempestades tropicais - "Fay, "Arthur", "Cristobal","Edouard", "Bertha" e "Dolly", sendo que as duas últimas se transformaram em furacões.

Leia mais sobre Fay

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.