BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que não faria o que seu colega venezuelano, Hugo Chávez, fez com os meios de comunicação, mas também criticou a imprensa da Venezuela.

"Eu não faria o que o Chávez fez nos meios de comunicação", declarou Lula em uma entrevista à AFP. "Mas eu acho que os meios de comunicação não deveriam fazer com o Chávez o que fizeram por muito tempo. Os meios de comunicação foram duros com o Chávez", completou.

Lula explicou que ele mesmo surgiu no cenário político brigando com os meios de comunicação. "Eu aprendi a conviver com isso porque nasci na política brigando com as informações da imprensa. Mas o Chávez não vem desse mundo político, o Chávez vem das Forças Armadas, a cabeça dele não é a minha cabeça", declarou em referência ao líder venezuelano que surgiu para a política quando era tenente-coronel do Exército, depois de uma tentativa frustrada de golpe em 1992 e que chegou ao poder em 1998 nas urnas.

Lula defendeu, no entanto, o colega e afirmou que "há muitos anos a Venezuela não tinha um presidente que se preocupava pelo povo e pelos pobres como Chávez".

Também comentou que existe muito "preconceito" com os três mandatos no poder de Chávez, todos por meio de eleições, quando outros líderes europeus fizeram o mesmo antes. "Eu acho que a democracia da Venezuela é a democracia que a sociedade venezuelana tem compreensão de que ela seja".

Canais fora do ar

A estatal venezuelano de telecomunicações (CONATEL) ordenou no início de agosto a retirada do ar de dois canais de TV locais e 32 emissoras de rádio, sob a alegação de que operavam as concessões ilegalmente, decisão que foi muito criticada dentro e fora do país.

A concessão de outras 200 emissoras também está sob risco.

Além disso, o canal de televisão privado Globovisión, muito crítico do governo, tem dois processos administrativos abertos contra, o que pode provocar seu fechamento, assim como aconteceu com o fim das transmissões em frequência aberta do canal RCTV em 2007, quando o governo de Hugo Chávez não renovou a concessão do mesmo, que passou a transmitir por cabo.

Leia mais sobre Hugo Chávez

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.