Washington, 17 mar (EFE).- O ônibus espacial Discovery, que decolou no domingo da base americana de Cabo Canaveral, será acoplada hoje à Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês) para iniciar os trabalhos da missão, que inclui a instalação de novos painéis solares no complexo e a troca de um dos membros de sua tripulação.

Após dois dias em órbita, a previsão é de que a operação ocorra às 18h13 de Brasília, o que permitirá aos três tripulantes atuais da ISS ver rostos novos.

O astronauta japonês Koichi Wakata, que viaja a bordo do "Discovery", substituirá a colega Sandra Magnus. Ela voltará no ônibus espacial na semana que vem.

O comandante da estação, Michael Fincke, disse por rádio na segunda-feira que a tripulação está extremamente preparada para a missão.

O "Discovery" decolou no último domingo com destino à ISS, onde completará a colocação de seus painéis solares, após um atraso de mais de um mês, devido a problemas nos dutos de combustível.

O lançamento foi um alívio para a Nasa (agência espacial americana), que tinha previsto a operação inicialmente para 12 de fevereiro. Problemas nas válvulas de combustível adiaram quatro vezes a decolagem.

Segundo a Nasa, a energia adicional proporcionada pelos novos painéis solares permitirá um maior aproveitamento dos dois novos laboratórios instalados no complexo, o europeu Columbus e o japonês Kibo. EFE elv/bba/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.